Por Marcus Vinicius Machado da Silva
BÉLGICA

Como seria bom que todos entendessem que as viagens independentes são muito mais interessantes que aquelas produzidas pelas agencias... (levando em conta sempre a relevância das agencias de turismo e sua seriedade) me refiro a informalidade, a quebra de regras, aquele corre-corre que não se entende muito a ponto de que se quiser realmente compreender o tour que fez, tem que recorrer posteriormente à internet e fazer a busca dos locais lendo as respectivas informações.... Estando acompanhado apenas de um mapinha básico, sem “GPS, bússolas, termômetros e guarda-chuva tal qual referia Jorge Luis Borges em um de seus poemas denominado INSTANTES”.

Na verdade acredito que é daí que nasce o espírito de mochileiro não é mesmo?

Nunca quis, nunca planejei, nem nunca pensei ir à Bélgica. As únicas noções que eu tinha da Bélgica era que Bruxelas era a capital do Parlamento Europeu e também na sua tradição na fabricação de cervejas seculares.

Partindo disto gostaria de compartilhar com vocês uma interessante viagem que realizei em outubro de 2009 para a Bélgica fazendo referencia a 2 lindas cidades: Bruxelas e Brugges.

Bruxelas é uma cidade cosmopolita, onde muitas culturas diferentes vivem juntas. A cidade oferece diferentes estilos arquitetônicos. Catedrais góticas e igrejas, ou bela arte nouveau e art déco casas. O coração de Bruxelas é a Grand Place ( Grote Markt ). Esta histórica praça do mercado é uma das praças mais bonitas da Europa.

Como eu estava sendo acompanhado por um grupo de amigos belgas fui convidado a visitar uma taberna com mais de 500 anos onde ali se comercializa mais de 2000 mil tipos de cervejas de todo o mundo... os belgas orgulham-se da sua rica cultura cervejística. Há mais de 1 500 tipos de cerveja belga. Geralmente é dito (principalmente pelos belgas) que as cervejas da Bélgica são particularmente excelentes. Cada variedade da cerveja belga é servida em um copo específico. A forma e tamanho do copo varia, e tem o efeito de acentuar o sabor daquela cerveja em particular...a caminho da taberna entramos numa rua escura e silenciosa muito estreita com acesso restrito para pedestres e em seguida chegamos na tal taberna....parecia que eu estava sendo conduzido a um calabouço. Chegamos a um predio bastante antigo e começamos a descer uns 2 andares até chegar a uma portinha de madeira rudimentar..chegando ali fiquei surpreso com o que vi: um mega espaço com aproximadamente umas mil pessoas(80% turistas) fazendo a maior festa e claro bebendo todo o tipo de cerveja possivel....o lugar era impressionante.....toda a temática do lugar era composta de marcas de cerveja de todo o mundo na parede e no teto, a decoração era composta de cédulas(dinheiro) com dedicatória e flamulas de paises...somente o cardápio acredito que tinha umas 500 paginas...Cervejas brasileiras haviam 5 marcas...meus amigos belgas recomendaram que eu experimentasse as cervejas campeas mundiais de 2006 e 2007...muito bom. Sem comentários....que segundo eles eram Belgas...hehe..estes Belgas....enfim..esta é uma recomendação que dou sobre Bruxelas.....penso que é interessante sair um pouco dos roteiros comerciais e ver o lado mais “intimo” de um lugar turistico...como disse Woody Allen. “ Nem só de pão vive o homem, as vezes necessitamos de um trago”.... é bastante provável que se eu não estivesse na companhia de Belgas ficaria refém dos pontos turísticos Clássicos!!!... Salud, Saúde, Prost, Cheers, Santé!!!

Sobre Bruges (BRUGGES)

E ai pessoal seguindo nosso turismo virtual pela Bélgica quero comentar alguma coisa sobre esta cidadezinha de aproximadamente 100 mil habitantes e que foi a Capital Européia da Cultura em 2002, é mole….maior cidade da província de Flandres Ocidental , na região flamenga da Bélgica. Ele está localizado no noroeste do país.

Brugges é um verdadeiro Conto de fadas. A cidadezinha toda te leva a época medieval, te transporta para o século XII, onde era a rota mais importante do comércio, com o porto mais usado nessa parte da Europa, principalmente para os navios da Grã – Bretanha. Imaginem a atmosfera... ! Século XII, porto de navegantes, feiras medievais por todos os lados etc. etc. etc...

Depois no século 19, os canais com o mar reabriram e a cidade começou novamente a florescer e conseqüentemente a receber milhares de turistas todo ano. Por ser uma cidade medieval, histórica e toda ligada a canais, ela é considerada uma das cidades mais românticas do mundo. Galera a cidade é imperdível. Gostaria de fazer 3 destaques sobre Brugges: O primeiro são as lojinhas que vendem chocolates e cafés(‘chocolaterias”)....são incríveis, com aquele cheirinho de chocolate e café misturado, com ambiente super acolhedor e com uma infinita variedade de chocolates a oferecer...claro que tudo aliado a um preço elevadissimoooooooo.....a outra referencia que faço são dos canais da cidade(Veneza do Norte) e suas pontes medievais e por últimos as ruas estreitas, o astral acolhedor, a arquitetura medieval, as tabernas, ruas de pedra aonde nos da a sensação que o tempo parou....como falei antes Bruges é imperdível galera!!!!